Olá. Crianças serão mutiladas

Como já é tradição, nas próximas semanas centenas de muçulmanas britânicas serão genitalmente mutiladas no Reino Unido ou em viagens ao exterior. O Guardian tem uma reportagem de Tracy McVeigh e Tara Sutton. Começa assim:

"Como qualquer garota de 12 anos, Jamelia estava excitada com a perspectiva de uma viagem de avião e uma longa férias de verão. Leitora ávida, ela encheu as malas com livros e estava lendo Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban quando a mãe se aproximou. “Ela disse, ‘Você sabe que vai ser hoje?’ Eu não sabia exatamente o que ocorreria, mas sabia que algo seria cortado. Fizeram-me acreditar que era algo genuinamente parte da minha religião”.

O que é descrito ao longo da reportagem é revoltante. O vídeo embedded é doentio, nem consegui ver todo.

Os profundos traumas de quem passa pelo… processo estão mais do que comprovados. Ninguém foi pra cadeira até o momento, porque a prática é religiosa. Claro, é religiosa na hora de escapar da lei. Para escapar da crítica secular (“radical”, “fundamentalista” ou de qualquer outro tipo), dizem que a religião não causa essa barbaridade, que esta é apenas um sintoma. Não é sempre assim?

Mas sintoma de quê? Da necessidade que a indústria de barbear tem de desenvolver lâminas que suportem o máximo de uso possível antes de serem trocadas por outras novas? A mãe de Jamelia, citada acima, teve que pagar por fora para que a filha fosse mutilada com uma lâmina nova.

Estarei esperando nos próximos dias alguns posts na blogosfera brasileira denunciando esse crime contra a infância, pelo menos com o mesmo entusiasmo com que alguns condenaram a proibição da burca na França. Até agora, nada.


Nenhum comentário:

Posição Planetária Atual - Clique na imagem Posição Planetária Atual - NASA

O céu da sua cidade - Clique aqui - Apolo11.com

O Sol Agora - Clique na imagemPosição Planetária Atual - NASA