A aurora de Saturno pulsa em sintonia com as emissões de rádio do planeta


Cientistas descobriram que a aurora de Saturno, um brilho fantasmagórico ultravioleta que ilumina a atmosfera superior perto dos pólos do gigante de gás, pulsa em sintonia com as emissões de rádio do planeta.

A pulsação da aurora ocorre uma vez a cada 11 horas. Segundo os cientistas, esta é uma descoberta importante por duas razões: primeiro, por ser o elo que faltava entre as ondas de rádio do planeta e as emissões da aurora, e segundo, porque adiciona uma ferramenta fundamental para diagnosticar a causa da pulsação ( a agitação) irregular de Saturno.

Como todos os planetas magnetizados, Saturno emite ondas de rádio para o espaço a partir de suas regiões polares. Em 1977, cientistas acreditavam que a sincronia dos pulsos representava o período de rotação do planeta. Mas, as observações ao longo dos anos mostraram que a pulsação das emissões de rádio variam, o que confundiu os especialistas, uma vez que a rotação de um planeta não pode facilmente mudar de velocidade.

Também tem gerado debate a duração de um dia em Saturno, uma vez que os relógios tradicionais não são confiáveis para determinar o período de rotação de um planeta sem superfície sólida para referência.

Em um novo estudo, pesquisadores mostram que, não só a pulsação das emissões de rádio, mas as auroras do planeta também têm o mesmo ritmo.

As auroras na Terra podem ocorrer quando o campo magnético do planeta é bombardeado por partículas emitidas pelo Sol. Em Saturno, as auroras podem ocorrer quando luas como Enceladus ou Io expelem partículas no planeta próximo.

Cientistas já suspeitavam que as ondas de rádio de Saturno eram emitidas por essas partículas carregadas quando elas viajavam em direção aos pólos, mas pulsações de rádio não tinham sido observadas na aurora de Saturno. Isso intrigava os astrônomos, já que os dois fenômenos estavam aparentemente relacionados.

Neste estudo recente, no entanto, a equipe de pesquisadores usou o relógio pulsante de ondas de rádio do próprio Saturno para organizar os dados da aurora do planeta. Isto confirmou que as auroras e as emissões de rádio são de fato fisicamente associadas.

Essa ligação é importante, pois significa que a pulsação das emissões de rádio está sendo transmitida pelos processos de condução da aurora de Saturno, o que pode ser estudado por uma nave da NASA atualmente em órbita ao redor do planeta. Segundo os cientistas, este foi um passo significativo para resolver o mistério do período variável de rádio.

Fonte: hypescience.com

Nenhum comentário:

Posição Planetária Atual - Clique na imagem Posição Planetária Atual - NASA

O céu da sua cidade - Clique aqui - Apolo11.com

O Sol Agora - Clique na imagemPosição Planetária Atual - NASA