Telescópio Hubble registra imagem inédita do centro da Via-Láctea

Segundo Nasa, é uma das melhores fotografias do núcleo da nossa galáxia. Astrônomos querem entender melhor como se formam estrelas maciças.

Do G1, em São Paulo

Uma imagem da Via-Láctea obtida pelo telescópio Hubble revela uma nova população de estrelas maciças na parte central da galáxia. Esses astros têm pelo menos oito vezes a massa do sol, e são milhares de vezes mais brilhantes.

Obtida por meio de sensores infravermelhos, que captam luzes invisíveis para o ser humano, a foto mostra também estruturas formadas por gases quentes e carregados de íons que rodeiam local, distante a 300 anos-luz da Terra.

De acordo com a Nasa – que gerencia o Hubble junto com a Agência Espacial Européia (ESA) – essa é a imagem mais bem-definida do centro de nossa galáxia obtida por meio de luzes infravermelhas, e pode ser útil para explicar melhor como as estrelas maciças se formam e influenciam o violento núcleo de outras galáxias. A foto é um mosaico de 2.304 captações de luz obtidas entre junho e fevereiro de 2008. (Foto: NASA, ESA, Universidade de Massachusetts e Caltech/Divulgação)

Nenhum comentário:

Posição Planetária Atual - Clique na imagem Posição Planetária Atual - NASA

O céu da sua cidade - Clique aqui - Apolo11.com

O Sol Agora - Clique na imagemPosição Planetária Atual - NASA