G1 - Asteroides gigantes caíram na Terra e na Lua há bilhões de anos - notícias em Ciência e Saúde

G1 - Asteroides gigantes caíram na Terra e na Lua há bilhões de anos - notícias em Ciência e Saúde: "Há aproximadamente 3,8 bilhões de anos, a Terra e a Lua receberam impacto de inúmeros asteroides gigantes, maiores do que os que extinguiram os dinossauros, e durante um período mais longo do que se achava, informou nesta quarta-feira (25/04/2012) a revista científica "Nature"."


Há aproximadamente 3,8 bilhões de anos, a Terra e a Lua receberam impacto de inúmeros asteroides gigantes, maiores do que os que extinguiram os dinossauros, e durante um período mais longo do que se achava, informou nesta quarta-feira (25) a revista científica "Nature".

Lua de Saturno em forma de ovni - Ciência - DN

Lua de Saturno em forma de ovni - Ciência - DN:

'via Blog this'

A lua Pan era conhecida mas até agora não tinha sido fotografada com pormenores. Até agora. Tem forma de ovni e surpreendeu os investigadores.

As imagens da sonda Cassini são inéditas. Pan, descoberta em 1990, é uma das muitas luas que orbitam dentro dos anéis de Saturno. Estava até agora escondida. As imagens recolhidas mostram que se parece com um ovni.
Os especialistas acreditam que esta lua nasceu da acumulação de partículas geladas de que são feitos os próprios anéis de Saturno. A descoberta acrescenta conhecimento sobre a matéria de que são feitos os planetas.
Pan e a outra lua conhecida do planeta, Atlas, medem cerca de 20 quilómetros, segundo informações do jornal espanhol ABC.
Esta lua demora cerca de 14 horas a fazer uma rotação completa.

Tornado 5 vezes maior que a Terra com quase 2 milhões de ºC vagou 200.000 km pelo Sol

Um tornado gigantesco cinco vezes maior que o planeta Terra vagou pela superfície do Sol com gases superaquecidos que rodopiavam mais de 160.000 km/h.

Sua temperatura colossal girava em torno dos 1.999.726 ºC. O co-autor da descoberta do tornado solar, Dr. Huw Morgan, relatou: “Este tornado único e espetacular deve desempenhar um papel no desencadeamento de tempestades globais”, em entrevista ao portal britânico DailyMail.

Os gases superaquecidos com temperaturas que alcançavam picos de quase 2 milhões de graus Celsius foram sugados por uma estrutura densa em espiral para cima da alta atmosfera e começou a percorrer 200.000 km pela superfície solar.

Os tornados ocorrem frequentemente e possuem origem nas ejeções de massa coronal. Ao se dirigirem em direção a Terra, essas ejeções de massa podem causar danos significativos, especialmente em nossa sociedade moderna que utilizam satélites e energia elétrica.

Confira no vídeo abaixo:


Posição Planetária Atual - Clique na imagem Posição Planetária Atual - NASA

O céu da sua cidade - Clique aqui - Apolo11.com

O Sol Agora - Clique na imagemPosição Planetária Atual - NASA